Twitter para educadores

tw

   Post de 27/11/2012  

                       Ontem tive a oportunidade de participar de um google hangout sobre as possibilidades do twitter na educação ,a conferência  foi organizada por Paulo Simões,mestre em  Pedagogia do eLearning , que também é ,junto com o Professor João Mattar ,curador do primeiro MOOC (Curso  aberto online para massas)em língua portuguesa ,que estuda a EAD e está fazendo muito sucesso ,os temas abordados são de grande relevância e as discussões sempre interessantíssimas . Os participantes deram contribuições extremamente  valiosas acerca do tema ,além disso , as contribuições e discussões continuarão sendo dadas durante a semana pelo twitter ou através do blog  do Mooc EAD, fiquem ligados na hashtag #moocead no twitter, não percam a chance de participar desse debate com estes educadores extraordinários.

Como educadora, minha preocupação é sempre diversificar o máximo possível as ferramentas que uso , que me mostrem alguma possibilidade  de uso no contexto educacional, visto que quanto mais cartas na manga temos ,mais fácil ,interessante e gratificante torna-se o nosso  trabalho. A meu ver ,não se trata de moda ,trata-se de buscar sempre mais eficiência para o trabalho .Já usei facebook, twitter e wallwisher ,devo dizer que em termos de efetividade ,de alcance de objetivos ,o twitter e o wallwisher (que é um mural online) ,revelaram-se muito mais eficientes que o facebook .A primeira vez que utilizei o twitter para fins educacionais foi mais ou menos três anos atrás, quando resolvi utilizá-lo para trabalhar microcontos em língua portuguesa com os meus alunos de redação. Era uma turma de 8º ano com 35 alunos na faixa etária entre 12 e 13 anos .Por que  optei pelo microblogue? As condições eram muito favoráveis ,já que a ferramenta é muito simples ,gratuita e trazia a possibilidade de trabalhar um aspecto que quem é professor de língua portuguesa compreende muito bem: a concisão ,já que no microblogue é preciso passar sua mensagem em 140 caracteres, ou seja ,para mim ,essa restrição foi de grande serventia .Então pensei em um gênero para trabalhar, primeiro pensei em trabalhar com a produção de manchetes de jornais e notícias ,mas encontrei um site de microcontos e decidi por eles por achar interessante e algo que ainda não era trabalhado em demasia nas salas de aula ,algo que meus alunos não tinham entrado em contato ainda, o  que aumentou consideravelmente o interesse deles pela proposta de trabalho. Então em sala de aula  apresentei para eles a proposta e quais eram os nossos objetivos  e a recepção foi muito boa pois muitos deles já utilizavam o twitter para se comunicar com amigos e acompanhar os diversos interesses que eles tinham. Estabelecidas as regras ,começamos a trabalhar em sala de aula e a cada semana apresentávamos as produções ,nesta escola havia um equipamento que foi de muita importância para mim neste projeto que era a lousa eletrônica também conhecida como smartboard ,então através da lousa que dava acesso a internet ,eu conseguia abrir o microblogue e discutir com eles as produções e fazer a reflexão sobre o que estava sendo abordado, será que as mensagens estavam sendo claras ?O que eles estavam escrevendo eram mesmo microcontos? Quais as possibilidades de desenvolver mais aquela história ?As produções apresentavam mesmo as características do subgênero? Então não podemos mais dizer que a utilização desta ferramenta não nos dá condições de fazer reflexão, não é verdade ?É importante ressaltar que ninguém que se propõe a utilizar estas ferramentas  o faz sem um grande planejamento feito anteriormente .Um fato que também revelou-se muito importante foi o fato de que alguns alunos não tinham a permissão dos pais para acessar redes sociais ,então decidi com eles que eles produziriam seus trabalhos e  eles seriam postados por mim e assim estes alunos também participariam e veriam suas produções na lousa como os outros ,aliás, este momento era esperado com ansiedade na sala de aula .Importante também dizer que para quem não conta com uma lousa eletrônica em sala de aula ,é possível também realizar esta exibição utilizando projetores ,lâminas ,power points  e até organizar uma produção e exposição  de cartazes com os tweets /postagens  dos alunos impressos  ,recortados e colados ,vai depender das condições que o professor tem para trabalhar. Para mim o resultado não poderia ter sido melhor. Acho que outra vantagem do twitter reside no fato de não exigir grandes recursos para que possamos trabalhar com ele . Então se você tem vontade de trabalhar com ferramentas tecnológicas e redes sociais nas suas aulas ,mãos à obra! Não desista ,hoje mais do que qualquer outra coisa , eu tenho certeza que três anos atrás, quando optei por esta experiência, eu já estava no caminho certo, buscando fazer uma educação melhor  ,mais eficiente e produtiva !

No hangout do moocEAD  os professores deram as seguintes sugestões :

  • Você pode trabalhar o twitter com crianças de 3 a 5 anos ,com os conceitos de letra ,palavra e frases e até de matemática como fez a professora Ana Domingues de Portugal .
  • O twitter pode ser utilizado como um canal de comunicação entre os educadores e os pais ,para que estes fiquem cientes do trabalho que está sendo realizado com seus filhos .Pode ser ainda utilizado como um mural de recados para seus alunos, lembretes sugestões de leituras e compartilhamento de material.
  • O twitter pode ser utilizado como um mecanismo de busca de informações em aulas de todos as disciplinas , levando assim a um aprofundamento do que significa realmente fazer pesquisa, do que é levantamento de dados e o que pode ser considerado informação relevante ou não.
  • Utilize o twitter para trabalhar com os alunos códigos e linguagens ,abordando a linguagem utilizada no meio digital e seus símbolos.
  • Se a sua grande bronca com o twitter é a restrição dos 140 caracteres ,sempre há a possibilidade de trabalhar com outras ferramentas agregadas como o facebook e mesmo os blogues.

No mais ,é tentar ,experimentar, romper com os velhos paradigmas  pois há uma infinidade de possibilidades para explorar neste universo das novas  tecnologias e que é tudo muito novo no campo dos fundamentos educacionais .Ajude-nos a enriquecer o debate ,tem experiência com o twitter ou outras ferramentas ? Compartilhe conosco !

Mais referências :

Key words: twitter, contextos educacionais,língua Portuguesa,mooceAd, Paulo Simões ,João Mattar,facebook,wallwisher,paradigmas na educação.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s