M-learning e Educação Corporativa : Anywhere,anytime ,anyplace …

mb

Post de 03/10/2012

A globalização  trouxe com ela ,além da velocidade dos avanços tecnológicos e da informação ,muitos desafios para as organizações que buscam incessantemente por caminhos para aumentar sua competitividade .

Diante deste cenário ,chegaram ao Brasil nos anos 90 as universidades corporativas,centros de treinamentos onde são disponibilizados conhecimentos  de acordo com a necessidade das empresas para a qualificação de profissionais  e assim  alcançarem um grande diferencial competitivo. Elas atendem principalmente empresas de grande porte como  a Natura , a Claro ,a  Vivo, a Fiat  , Banco Itaú  , Caterpillar , Banco Votorantim ,Siemens ,entre outras .

O conhecimento tornou-se essencial  para o desenvolvimento do processo de produção ,gerando  empresas sustentáveis financeiramente bem como  a manutenção  de sua posição  em um mercado agressivo , mutável  e imprevisível.

Aprender ,desaprender e aprender novamente .Processo simultaneamente doloroso e prazeroso,muitas vezes aterrorizante no mundo do trabalho.Desconstruir práticas antes consagradas traz incertezas e ansiedade porém desperta também a paixão por novas descobertas ,outros  caminhos  não imaginados para o saber fazer .  Destaca-se no mercado  a empresa que tem maior capacidade de aprendizagem  e de criação de novos conhecimentos. Reter talentos é fundamental e os profissionais almejam trabalhar em empresas que ofereçam  perspectivas  de futuro, apostem na meritocracia  e sejam parceiras de fato na formação acadêmica  e profissional.

Algumas delas já implementaram seus treinamentos utilizando plataformas  dentro da modalidade m-learning disponibilizando  conteúdos através  de smartphones ,tablets ,e-readers e outros dispositivos móveis. Apesar da desconfiança com que é vista ,natural a toda nova modalidade que representa principalmente quebra de paradigmas  , o m-learning está em franca expansão, principalmente por oferecer baixos custos de implantação e manutenção e por oferecer  acessibilidade a qualquer momento, transformando-a também  em uma interessante estratégia  de marketing . A Universidade Corporativa Sadia é um exemplo bem sucedido do uso do e-learning na educação corporativa, com mais de 60.000 colaboradores em todo o país , a empresa viu no e-learning a saída para qualificar seus colaboradores e tornar-se mais competitiva.

Outro exemplo é o Sesi Paraná que também optou pelo e-learning e o m-learning .Através de pílulas de conhecimento enviadas por sms ,quizzes de conteúdo ,consulta e envio de arquivos ,fórum, sistema de mensagens e conteúdos adequados ao mobile learning ,a empresa deu mobilidade aos usuários do seu sistema virtual de aprendizagem.

Alguns especialistas  desacreditam da  eficiência do m-learning  por enxergarem na falta de controle da informação um risco e por temerem problemas entre  a legislação  e o ensino pervasivo, imaginando possíveis  complicações jurídicas ,ignorando os mecanismos que a empresa pode utilizar para  se preservar . Desconsideram   a ampla variedade de oportunidades de aprendizagem  devido à flexibilização que a modalidade oferece na relação espaço/ tempo/ custos , seu papel motivador  e à complementaridade ,posto que seu uso é subjacente à outras metodologias,ou seja , não exclui outras práticas .

Links externos e referências

Key words : M-learning , Educação Corporativa , Educação, Competitividade, Universidades Corporativas, Ensino Pervasivo, Estratégias de Marketing, dispositivos móveis, Universidade Sadia ,Sesi Paraná.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s